segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

7º ANO

www.artexpressaodevida.com
Tudo o que vemos são imagens, mas algumas se transformam em arte, aos nossos os aos olhos de outros.
Vamos fazer uma pequena enquete com os alunos:
O que é arte?
O que não é arte?
Onde você já viu uma obra de Arte?
Quais são os meios que um artista pode ter para alcançar o que chamamos de arte?
Uma música é uma obra de arte?
Que tipos de músicas são arte?
Que tipos não são?
Uma pessoa é uma obra de arte?
Quem criou?
As feias são obras de arte?
O que é feio?
O que é bonito?
A tv é arte? Até que ponto?
O cinema é arte?
Quais os últimos filmes assistidos?
Quais os bons?
Quais os ruins?
Beijo técnico existe?
Por que os amores dos artista vêem e vão?
* Depois desse debate, solicitar, que em grupos, decidam por um filme e que vistam-se, na próxima aula, de acordo com aquele filme. Por exemplo, um grupo se caracterizará com os personagens do Crepúsculo; outro de um filme da Barbie, outro com o Chaves, Mib Homens de Preto, etc. eles poderão levar as ropupas e vesti-las na hora do recreio. Será o máximo!!

Além disso, farão um outro trabalho em grupo: deverão escolher uma música brasileira e retratá-la em grafite ou colagem; Não podem se esquecer do título da música e o compositor.
Também farão o contrário: escolherão, depois de pesquisar, uma obra de arte e usarão uma música para demonstrar, indicando o porquê da escolha: se a obra é clara, a música será mais lenta, enfim...

*Trabalho individual: cada aluno deverá retratar, em desenho, pintura ou colagem a música: Águas de Março. O professor coloca a música enquanto eles vão fazendo seu trabalho.

6º ANO- OS MUITOS UNIVERSOS DA ARTE

Toda obra começa de um ponto. Um ponto que vira uma linha, depois planos.
E eis que surge a ARTE.
Vamos trabalhar esse universo a partir do ponto.
Leve algumas músicas para a sala de aula: pode ser até no celular.
Coloque uma música lenta e peça que os alunos fechem os olhos e vão fazendo pontos aleatórios na folha.
Depois, coloque uma música um pouco mais animada, e com os olhos abertos, eles irão ligando os pontos até que não aja mais nenhum solitário. então, eles deverão colorir os espaços formados pela ligação que fizeram. Vá mostrando pra eles a importância da união entre eles, entre as famílias, etc.
Eles deverão dar título e assinar os trabalhos para uma futura exposição.
Peça-lhes que levem para a próxima aula imagens de obras de artes, todas as que puderem encontrar, de todos os artistas, não importa, desde que tenham anotada a autoria e se possível, o título da obra.
Com essas figuras em mãos, farão um trabalho de colagem, em grupo de quatro. Deverão usar uma cartolina e irão fazendo um tipo de decoupage, isto é, uma colagem aleatória com todas imagens que encontrarem. Esse trabalho também deverá ser exposto numa futura exposição, portanto, não esquecer de título e nomes dos componentes

5º ANO

Vamos trabalhar o drama, o teatro.
Primeiro vamos falar um pouco sobre o teatro:
Há inúmeros links onde podemos encontrar.

História do teatro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ilustração de Konstantin Somov para "O Teatro" de Alexander Blok (1909).
O teatro surgiu a partir do desenvolvimento do homem, através das suas necessidades. O homem primitivo era caçador e selvagem, por isso sentia necessidade de dominar a natureza. Através destas necessidades surgem invenções como o desenho e o teatro na sua forma mais primitiva. O teatro primitivo era uma espécie de danças dramáticas colectivas que abordavam as questões do seu dia a dia, uma espécie de ritual de celebração, agradecimento ou perda. Estas pequenas evoluções deram-se com o passar de vários anos. Com o tempo o homem passou a realizar rituais sagrados na tentativa de apaziguar os efeitos da natureza, harmonizando-se com ela. Os mitos começaram a evoluir, surgem danças miméticas (compostas por mímica e música).
Com o surgimento da civilização egípcia os pequenos ritos tornaram-se grandes rituais formalizados e baseados em mitos. Cada mito conta como uma realidade veio a existir. Os mitos possuíam regras de acordo com o que propunha o estado e a religião, eram apenas a história do mito em ação, ou seja, em movimento. Estes rituais propagavam as tradições e serviam para o divertimento e a honra dos nobres. Na Grécia sim, surge o teatro. Surge o “ditirambo”, um tipo de procissão informal que servia para homenagear o Deus Dioniso (Deus do Vinho). Mais tarde o “ditirambo” evoluiu, tinha um coro formado por coreutas e pelo corifeu, eles cantavam, dançavam, contavam histórias e mitos relacionados a Deus. A grande inovação deu-se quando se criou o diálogo entre coreutas e o corifeu. Cria-se assim a acção na história e surgem os primeiros textos teatrais. No início fazia-se teatro nas ruas, depois tornou-se necessário um lugar. E assim surgiram os primeiros teatros.
Depois, poderemos brincar de caras e bocas:
Os alunos se sentarão, um na frente do outro e cada um deverá fazer uma expressão para 
que o outro copie: tristeza, alegria, ódio, saudade, amor, temor, solidariedade, emoção pela 
chegada de um parente distante de quem se gosta, emoão por alguém de quem não se gosta, etc...
Depois dessa brincadeira, os alunos poderão desenhar vários tipos de expressão, trabalho que pode
 ser feito em uma única folha, formando uma montagem (fica bem legal)
Solicitar que na próxima aula tragam material para confeccionar máscaras de bexiga:
1 bexiga (ou balão)
jornais velhos
1 caneta
tinta guache de várias cores
enfeites: lá, retalhos de tecido ou de crepon
botões, brincos velhos, etc
cola e tesoura
Modo de fazer:
 Encha uma bexiga do tamanho que você queira fazer sua máscara, amarre para que o ar não saia.
  Rasgue o jornal em pedaços não muito 
grandes, 3 cm x 3 cm mais ou menos.
  Passe cola nos pedaços de jornal e vá 
cobrindo a bexiga. Faça no mínimo 6 camadas.
  Assim que você terminar uma camada, 
faça riscos com caneta (isso é para você se certificar 
  de que, na camada seguinte, você preencherá com jornal até que as linhas tenham sido cobertas
 por completo).
  Espere secar por dois dias, depois fure a 
bexiga e retire de dentro da máscara.
  Pinte com látex branco (duas demãos).
  Pinte o rosto na máscara, coloque cabelos 
e enfeites.
  
Você poderá transformar a cabeça do boneco em duas máscaras, basta cortar a cabeça
 ao meio e fazer a abertura dos olhos com tesoura ou estilete.
Lembrar aos alunos de que o mais importante são as expressões de cada máscara.
Após esse trabalho, eles poderão criar pequenos textos, em grupos de três ou quatro, e encenar
com as máscaras.

  
  

PARA O 4º ANO

Traçar uma linha do tempo, mostrando através de slides ou figuras impressas, a história da Arte, numa ordem cronológica:
Pré-história
Antiguidade
Antiguidade clássica
Modigliani
Guignard
Fernando Diniz
Tarsila do Amaral
E especialmente Klint.
Eu separei várias imagens de cada um e fiz os slides
Para trabalhar Klint vou usar a perspectiva do ponto. No e-book há um trabalho especial sobre pontilhismo que a gente pode e deve utilizar.
Vamos solicitar trabalhos feitos em pontos, pedir que eles observem o trabalho de Klint, como se parece com retalhos de tecido. Então, solicitar que os alunos levem esse material e cola, além de papel grosso como cartolina ou papel cartão para a próxima aula e então faremos a releitura de Klint. Eles escolherão a obra que quiserem e mãos à obra.

PARA O 3º ANO

Bem, para essa galerinha, pensei em falar sobre 4 artistas diferentes:
nas artes visuais: Joan Miró, que eu amo!
Música: Vinícius de Moraes, o poetinha mais querido!!
na dança: Ana Botafogo
E no cinema, vou falar sobre Charles Chaplin.

Começando nas Visuais, que tal fazer um tipo de jogo com os materiais nencessa´rios para que se pinte um quadro?
Podemos separar figuras de: tintas, pincéis, cavalete, palheta, esponja, prancheta, formão, argila, entre outras; teremos também os nomes de cada um e embaralhamos. As crianças deverão encontrar cada material de acordo com o nome. Isso é importante para que conheçam esse universo.
Depois, que tal apresentar Miró para eles? Imprima várias imagens ou faça slides delas e mostre a eles. Sugira, então, a cópia ou releitura de seus quadros, pintados à tinta que pode ser de qualquer tipo. Pode, claro, ser usada tb a técnica de colagem ou mesmo de desenho. Sempre lembrando que todos os trablahos deverão ter nome e título.
Depois é a vez da música: que tal um mini projeto falando sobre a obra do Poetinha? Foque nas músicas infantis, falem sobre as boas fases de Vinícius, afinal, sua vida pessoal não era nenhum exemplo pra crianças... Mas, em se tratando de sua arte, não haverá ninguém igual. Planejem um dia para que os alunos possam apresentar as músicas; vocês poderão convidar as outras classes para participar, além, claro das famílias. Ninguém resiste ao encanto de crianças cantando Vinícius.
* Aproveitar pra mostrar o que há de comum entre a obra de Miró (Interior holandês) e a música A Casa, de Vinícius
    

A Casa
Era uma casa
Muito engraçada
Não tinha teto
Não tinha nada                          
Ninguém podia
Entrar nela não
Porque na casa
Não tinha chão
Ninguém podia
Dormir na rede
Porque na casa
Não tinha parede
Ninguém podia
Fazer pipi
Porque penico
Não tinha ali
Mas era feita
Com muito esmero
Na Rua dos Bobos
Número Zero.

Bem, e agora é a vez da dança:
Podemos mostrar através de videos ou imagens o famoso Quebra-nozes, que Ana Botafogo lançou. Esse balé foi escrito na Rússia e apresentado pela primeira vez em 1892. A música, de Tchaikovsky (podemos dar uma pesquisada e fazer o download). A história é baseada num conto de Natal. Podemos também passar algumas cenas do filme da Barbie
Ainda falando de Ana botafogo, vale lembrar que em 2000 ela desfilou pela União da Ilha num carro alegórico, o que nos dá uma deixa para falar sobre escolas de Samba e a arte do carnaval. Podemos aproveitar para um momento de descontração, com Samba, Axé, funk e tantos outros ritmos que a molecada adooora!
E para o Teatro, podemos voltar a Vinicius de Moraes, juntamente com Ana, no Musical A Arca de Noé. E aí podemos usar de nossa criatividade e encenarmos um musical criado pelos alunos, de acordo com sua vivência.
Acho que dá para mais de um mês de trabalho. Ufa!!!!

DEFINIDO O PRAZO DA PROMOÇÃO

Queridos, respondendo a alguns leitores, o prazo para o término da promoção está definido:
Como o blog faz dois anos em março, a promoção se estenderá até o último dia desse mês. Portanto, até o dia 31 de março vocês poderão adquirir o e book Arte Fácil por R$15,00.
Mas aproveitem porque depois, somente no final de 2011 é que farei nova promoção. A partir de abril ele volta ao preço justo: R$35,00

domingo, 30 de janeiro de 2011

BOA NOITE!!

Queridos e queridas,
vou dormir agora. Amanhã, assim que eu tiver um tempinho, volto a postar, ok?
E, já sabem, se quiserem o e-book, aproveitem, porque a promoção não vai durar muito tempo, não.
Boa noite a todos. Deus os abençoe!!

PARA O 2º ANO

Vamos trabalhar algumas brincadeiras, com base na obra de Pieter Bruegel:


Como podem observar, a obra mostra inúmeras crianças brincando: tem cabra-cega, escorrega, três-marias, enfim, muitas brincadeiras...
Podemos mostrar a obra de diversas maneiras: em power point, imprimir a imagem pequena e distibuí-la, ou uma bem grande para todos verem. Vai depender da situação.
As crianças deverão encontrar as brincadeiras na obra.
Pensei em trabalhar primeiramente as músicas de roda, aquelas já esquecidas por muitos!
Depois, podemos ter um momento de desenhos em que eles farão sua própria obras: Brincadeiras Infantis.
Também podemos montar um projeto com esse título, pra toda a Educação Infantil. acredito que todos vão querer participar.
Podemos aproveitar e fazer peças teatrais como por exemplo, da brincadeira : Rica e pobre de Marré ou outra.
Para fechar, que tal criarmos esculturas que podem ser feitas de massinha de trigo com anelina?

Com água, farinha de trigo, sal, óleo e anilina você pode preparar massa para modelar  e fazer a alegria da criançada.
Em uma vasilha coloque:
  • 4 xícaras de farinha de trigo
  • 1 xícara de sal
  • 1 colher de sopa de óleo
  • 1 xícara e meia de água
  • Anilina suficiente para colorir
Misture tudo. Em poucos minutos estará pronta a massa para modelar.
Então, vamos lá!!

PLANEJAMENTO PARA AS PRÓXIMAS SEMANAS

Bem, pessoal, vou postar aqui algumas idéias novas:
Para o 1º ano, pretendo trabalhar, já no início, sobre a arte rupestre. Vou explicar sobre as 3 idades da pré-história, de forma que os pequenos consigam entender como foi o início da civilização. Depois, irei mostrar algumas imagens sobre a arte rupestre e pedir que eles desenhem em folhas comuns, tipo chamex, algumas imagens, tendo como base as primeiras. Todas as obras deverão ter nome e título.
Para aula seguinte, solicitarei os seguintes materiais:
-papel manilha ou outro grande
-carvão comum
-giz (diversas cores)
-terra (diversos tipos)
-uma tigela plástica e copinhos descartáveis
-ovos
Eles farão um tipo de grafismo com esse material
Basta moer o giz e colocar em potinho separados de acordo com as cores. Depois bater as gemas com um pouco de água e separar um pouco dessa gemada nos potinhos também. Agora é só ir misturando o pó do giz com as gemas pra formas as tintas e mãos à obra!!
**O carvão e a terra servirão para incrementar o trabalho: eles poderão fazer imagens muito legais com esse material natural.
      

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

APROVEITEM A PROMOÇÃO: É POR POUCO TEMPO

Amigos, aproveitem para adquirir logo o Arte fácil, porque essa promoção não vai durar muito tempo.
Abraços fraternos a todos!!

150 PLANOS DE AULA
POR APENAS R$15,00

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

DE VOLTA AO MUNDO DAS ARTES

Oi, pessoal!
Pois é, tô de volta às Artes. Fui convidada a trabalhar novamente com Arte numa escola bem legal aqui da minha cidade. E eu topei, claro!
Em breve, estarei postando as aulas, ok?
Abraços!